segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Dicas para economizar água fonte Manaus Ambiental

Economia de água: Dicas para consumir sem desperdícios


Antes de anotar todas as dicas de economia de água é bom lembrar que a empresa responsável por tratar e levar a água para os moradores da cidade é a Manaus Ambiental. A água desperdiçada não pode ser aproveitada nem por você, nem pelos outros e nem pela Manaus Ambiental. Então quando alguém desperdiça todos perdem, inclusive a natureza!
Aqui você pode aprender a fazer a sua parte evitando desperdício e garantindo economia na conta de água!
É importante saber: Nas contas de água todo o volume registrado pelo hidrômetro é considerado consumo e esse aparelho apura estes três fatores:
CONSUMO EFETIVO - O que é percebido como consumo real. Varia de acordo com as necessidades em cada domicílio.
DESPERDÍCIO - Perdas voluntárias durante as atividades domésticas e causadas pelo mau uso da água e por maus hábitos.
VAZAMENTO - Perdas involuntárias, geralmente não aparentes, em torneiras, sanitários, caixas d’agua e outros.
Por isso é tão importante evitar desperdícios de água e reparar os vazamentos para conseguir reduzir os valores das suas contas.

Fique de olho nas Dicas de Economia!
  • Cheque vazamentos em canos e não deixe torneiras pingando. Um gotejamento simples, pode gastar cerca de 45 litros de água por dia.
  • Deixe pratos e talheres de molho antes de lavá-los.
  • Aproveite a água da chuva para aguar as plantas e o jardim. As plantas absorvem mais água em horários quentes, então molhe -as de manhã cedo ou no fim do dia.
  • Feche a torneira quando estiver escovando os dentes ou fazendo a barba. Só abra quando for usar. Uma torneira aberta por 5 minutos desperdiça 80 litros de água.
  • Em vez da mangueira, use vassoura e balde para lavar patios e quintais. Uma mangueira aberta por 30 minutos libera cerca de 560 litros de água.
  • Reaproveite a água da sua máquina de lavar para lavar a calçada.
  • Saber ler o hidrômetro é muito simples e pode ajudar a detectar problemas como vazamentos, percebidos pelo
    consumo fora do normal.
  • Não tome banhos demorados, 5 minutos são suficientes. Uma ducha durante 15 minutos consome 135 litros de água.
  • Antes de lavar pratos e panelas, limpe os restos de comida com uma escova ou esponja e jogue no lixo.
Como descobrir vazamentos...
NA INSTALAÇÃO INTERNA
1) Feche o registro do hidrômetro -> 2) Abra a torneira logo após o hidrômetro
e espere toda a água escorrer -> 3) Coloque um copo cheio de água na boca desta
torneira -> 4) Se a água do copo for sugada é sinal de que há vazamento no ramal
que está ligado diretamente à rede.
DENTRO DE CASA
1) Feche todas as torneiras e não use os sanitários -> 2) Feche o registro do hidrômetro para interromper o fluxo da água -> 3) Marque o nível da água na caixa d’agua e depois de 1h confira. -> 4) Se o nível estiver mais baixo é sinal de que há vazamento nos canos ou nos sanitários da casa.
NA VÁLVULA OU NA CAIXA DE DESCARGA
Essa é bem fácil verificar. Jogue pó de café no vaso sanitário e observe. Se ele derreter ou desaparecer é sinal de que há vazamento na válvula ou caixa de descarga.
ENTRE O HIDRÔMETRO E A CISTERNA/ CAIXA D’AGUA
Impeça a entrada de água da cisterna ou da caixa, levantando a boia. Se o ponteiro do hidrômetro continuar girando é sinal de que existe vazamento.
NA CISTERNA
1) Deixe a boia levantada e não ligue a bomba -> 2) Depois de algum tempo verifique o nível da água na cisterna - > 3) Se o nível tiver baixado é sinal de que existe vazamento, possivelmente causado por rachaduras na cisterna.
Agora é hora de colocar em prática as dicas de economia e consertar os vazamentos encontrados. Assim você evita desperdício de água, colabora com a natureza e ainda reduz sua conta de água.

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

AÇÃO COMUNITÁRIA NO PARQUE

AÇÃO COMUNITÁRIA NO PARQUE

Convidamos a Comunidade do Campus a se engajar em ação solidária com o objetivo de

varrer as áreas principais deste Campus, no próximo dia 05 de setembro (sexta-feira).

Programação das atividades:

7h00 às 7h30: reunião dos participantes em frente ao Centro de Vivência

7h30: deslocamento das equipes aos locais de atuação

11h00: horário previsto para finalização dos trabalhos

Os interessados devem se inscrever na sede do USP RECICLA, Colônia Central, casa 05 até o

dia 04 de setembro, das 8h00 às 17h00 ou pelos contatos abaixo.

Àqueles que tiverem vassoura de piaçava, pá, luvas, por gentileza, levá-los.

Recomendamos o uso de sapatos fechados, boné e protetor solar.

Desde já agradecemos e contamos com a sua participação!

Maiores informações e inscrições:

USP Recicla: e-mail: recicla.esalq@usp.br - Fone: 3429-4181/4121

Serviço de Áreas Verdes e Meio Ambiente: 3429-4480

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Veja quem são os puxadores de tapete na empresa (fonte UOL Economia Empregos e Carreiras)

É natural que o ambiente corporativo favoreça algum tipo de competição entre os profissionais, mas o que fazer quando o limite é extrapolado e o único foco do colega de trabalho é te prejudicar?
De acordo com o headhunter do site Recrutando.com, Luiz Pagnez, vários tipos de sentimentos podem levar um profissional a prejudicar o outro, consciente ou inconscientemente. Para ele, qualquer um está sujeito a isso, tanto os funcionários novos como os veteranos.
"Inveja, ciúme, medo, sentimento de inferioridade ou uma competitividade desequilibrada fazem certos profissionais quererem diminuir seus colegas para poder se destacar", afirma.
O headhunter explica que nem sempre existem sinais muito claros, mas a principal arma para os "puxadores de tapete" é a fofoca. Uma mudança súbita no modo com que seu chefe te trata pode ser um indicativo de que algo está acontecendo.
"Essas mudanças podem ser sutis, desde a forma como ele te cumprimenta até perda de tarefas, responsabilidades ou atividades que são repassadas para outros colegas sem nenhuma explicação aparente", afirma Pagnez.

É um erro fingir que nada acontece ou atacar o colega 

Para o especialista, os dois extremos são um erro: fingir que nada está acontecendo (e achar que a empresa nunca vai acreditar em uma avaliação ruim que façam de você) ou reagir exageradamente atacando o outro colega de trabalho.
O modo como se deve reagir a essa situação depende da cultura da empresa e do estilo de liderança de seu chefe. "Se a empresa incentivar a competitividade ao invés do espírito de equipe, se queixar pode até ser pior, pois os puxadores de tapete são muito bons também em se fazer de vítima".
"O melhor é ter sempre seu trabalho em dia, entregar resultado para a empresa e buscar avaliação constante. Um diálogo frequente com seu chefe ajuda a evitar mal-entendidos e fofocas que possam prejudicá-lo", declara.
Veja quem são os puxadores de tapete na empresa
  • Getty Images
    Invejoso
    Não quer que ninguém seja melhor que ele. Tente elogiá-lo quando apresentar bons resultados e mostrar que ele também faz parte da equipeFoto: Getty Images
  • Getty Images
    Medroso
    Tem medo que alguém roube seu emprego. Uma boa conversa de vez em quando, para fazê-lo entender que você não quer derrubá-lo, pode deixar o seu nível de paranoia ou mania de perseguição mais controladosFoto: Getty Images
  • Getty Images
    Nocauteador
    Só se importa em entregar resultado. O foco dele é ganhar a luta sem se preocupar em quem precisará bater. Combine com ele metas claras para que você não fique no seu caminho e acabe sendo nocauteadoFoto: Getty Images
  • Getty Images
    Individualista
    Não sabe trabalhar em equipe e acha que apenas o jeito dele é o certo. Procure dividir bem as tarefas para que seu trabalho não dependa do deleFoto: Getty Images
  • Getty Images
    Mau-caráter
    É o pior de todos e tem prazer em prejudicar os outros. Dificilmente você poderá confiar nele. O melhor é se afastar o máximo possívelFoto: Getty Images

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Superando-se sempre!

Um açougueiro estava em sua loja e ficou surpreso quando um cachorro entrou.
Ele espantou o cachorro, mas logo o cãozinho voltou. Novamente ele tentou espantá-lo, foi quando viu que o animal 
trazia um bilhete na boca.
Ele pegou o bilhete e leu: - 'Pode me mandar 12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor. Assinado:'
Ele olhou e viu que dentro da boca do cachorro havia uma nota de 50 Reais.
Então ele pegou o dinheiro, separou as salsichas e a perna de carneiro,colocou numa embalagem plástica, junto com o troco, 
e pôs na boca do cachorro.
O açougueiro ficou impressionado e como já era mesmo hora de fechar o açougue, ele decidiu seguir o animal.
O cachorro desceu a rua, quando chegou ao cruzamento deixou a bolsa no chão, pulou e apertou o botão para fechar o sinal.
 Esperou pacientemente com o saco na boca até que o sinal fechasse e ele pudesse atravessar a rua.
O açougueiro e o cão foram caminhando pela rua, até que o cão parou em uma casa e pôs as compras na calçada. Então, 
voltou um pouco, correu e se atirou contra a porta. Tornou a fazer isso.
Ninguém respondeu na casa.
Então, o cachorro circundou a casa, pulou um muro baixo, foi até a janela e começou a bater com a cabeça no vidro várias vezes.
 Depois disso, caminhou de volta para a porta, e foi quando alguém abriu a porta e começou a bater no cachorro.
O açougueiro correu até esta pessoa e o impediu, dizendo:
-'Por Deus do céu,o que você está fazendo? O seu cão é um gênio!'
A pessoa respondeu: - 'Um gênio? Esta já é a segunda vez esta semana que este estúpido ESQUECE a chave !!!'
Moral da História:
Você pode continuar excedendo às expectativas, mas para os olhos de alguns, você estará sempre abaixo do esperado'
Qualquer um pode suportar a adversidade, mas se quiser testar o caráter de alguém, dê-lhe o poder.
Se algum dia alguém lhe disser que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se:
Amadores construíram a Arca de Noé e profissionais, o Titanic.
Quem conhece os outros é inteligente. 
Quem conhece a si mesmo é iluminado. 
Quem vence os outros é forte. 
Quem vence a si mesmo é invencível